Sintomas da endometriose e como ela afeta a fertilidade da mulher

Sintomas da endometriose

Se você está tentando engravidar há mais de um ano e desconfia que sofre de endometriose, este realmente pode ser o problema pois trata-se de uma doença que afeta um grande número de mulheres em idade reprodutiva.

De acordo com a Associação Brasileira de Endometriose (SBE), a doença afeta de 10% a 15% das mulheres em idade reprodutiva, o que equivale a 6 milhões de brasileiras. Dessas, cerca de 10% não têm os sintomas, por isso muitas só descobrem quando encontram dificuldade para engravidar.

Neste artigo, conheça os principais sintomas da endometriose e como ela afeta a fertilidade da mulher.

O que é endometriose

O útero é revestido de um tecido chamado endométrio. Todos os meses, quando não há gestação, esse tecido descama e é eliminado com o sangue da menstruação. A endometriose ocorre quando esse tecido migra para fora do útero, para órgãos como ovários, ligamentos pélvicos, intestinos e bexiga, podendo causar inflamação nas trompas e na cavidade abdominal. E, ainda que seja uma das doenças mais estudadas em ginecologia nas últimas décadas, as causas não são totalmente conhecidas.

Sintomas da endometriose

Entre os principais sintomas da endometriose, sem dúvida, a cólica menstrual ou dismenorreia é o mais comum, presente em até 95% dos casos. No entanto, a cólica menstrual também é um sintoma relacionado a várias outras doenças ginecológicas.

Ela pode estar presente nos casos de miomas uterinos, adenomiose, pólipos endometriais e malformações útero-vaginais. Algumas mulheres, inclusive, podem apresentar cólicas menstruais no início do ciclo menstrual, sem que seja diagnosticada nenhuma doença específica que leve a este sintoma.

Outros sintomas da endometriose podem ser:

  • Dor profunda na vagina ou na pelve durante relação sexual
  • Dor pélvica contínua não relacionada à menstruação
  • Obstipação intestinal (prisão de ventre) ou diarreia no período menstrual
  • Dor para evacuar
  • Sangramento nas fezes
  • Dor para urinar
  • Sangramento na urina

FERTILIDADE FEMININA E A ENDOMETRIOSE

Diagnóstico da endometriose

O diagnóstico da endometriose é feito de acordo com os sintomas, por exame físico (principalmente no toque vaginal) e pela presença de lesões suspeitas nos exames de imagem (como a ultrassonografia transvaginal), com preparo intestinal e ressonância magnética.

Porém o exame “padrão ouro” ainda é a videolaparoscopia, no qual é introduzida uma cânula através do umbigo e mais dois pontinhos logo abaixo, para poder visualizar internamente toda cavidade uterina e anexos. Mas a indicação de qual exame deve ser feito inicialmente varia conforme a história clínica da paciente.

Como a endometriose afeta a fertilidade da mulher

A doença não inviabiliza, mas diminui muito a chance de gestação, principalmente nos casos de diagnóstico tardio. Ocorre quando há acometimento das trompas, órgão que conduz o óvulo ao útero, além de poder se associar a alterações hormonais e imunológicas que dificultariam a gestação. Isso porque faz com que o número de óvulos seja menor e menos eficiente, assim como é menor a taxa de implantação.

Possíveis tratamentos para engravidar com endometriose

Boa parte das pacientes com infertilidade causada pela endometriose podem engravidar após tratamento adequado. A cirurgia por videolaparoscopia, com retirada das lesões e das aderências, pode aumentar as chances de gestação espontânea em mulheres com endometriose em todos os estágios, dependendo da idade da paciente.

Em outros casos, pode ser necessária a realização de tratamentos com técnicas de reprodução assistida como a fertilização in vitro. Além disso, ações que melhorem a qualidade de vida, como exercícios, alimentação saudável e psicoterapia, são favoráveis ao tratamento.

Conclusão

Caso você esteja há mais de um ano tentando engravidar e tenha um ou mais sintomas da endometriose conforme descritos acima, o primeiro passo é consultar um especialista para realizar o diagnóstico de infertilidade antes de começar qualquer tipo de tratamento. O melhor a fazer é procurar o seu médico. Converse, tire todas as suas dúvidas e nunca tome remédios sem consultá-lo.

agende uma consulta

Sobre o autor

1 resposta

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] engravidar. Normalmente a técnica é utilizada no caso de mulheres com problemas nas trompas ou endometriose, o que pode dificultar a chegada dos espermatozoides até o óvulo e em casos de problemas na […]

Deixe seu comentário

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts recentes

Facebook